“Ame a arte em você e não você na arte. Constantin Stanislavski”

Não é tão simples assim…

Quando comecei a minha carreira na locução, procurei me espelhar nos locutores mais experientes, como todo bom padawan faz.

Lembro que conversei com grandes nomes das rádios da minha cidade e inclusive de outras gigantes do mercado nacional. Sempre que pedia conselho para estes gigantes, me diziam: 

“Pare pra ouvir os bons locutores e procure imitá-los. Faça sua locução do jeito que eles fazem as deles.”

É preciso ter resistência!

E, sem preparo nenhum eu o fiz. Fiz por meses. Ouvia e repetia como um belo papagaio. O resultado foi: DESAPONTADOR.

Por mais que eu imitasse sua melodia, tom de voz e interpretação, aquilo soava artificial, falso, caricato.

Isso acontece porque não somos quem estamos tentando ser. Não nos expressamos como ela, não respiramos como ela e não entendemos o mundo a nossa volta como ela. Consequentemente, a percepção e compreensão do texto que temos que interpretar nunca será a mesma. 

“Okay Dani, mas como faço pra ser natural então?”

Boa pergunta! Afinal, o que é natural para mim pode não ser pra você. Afinal, somos seres humanos distintos com percepções e formas de reagir únicas! Por isso nossa profissão é magnífica!

Eu conheço uma pá de locutores que quando conversam comigo pessoalmente ou mesmo via áudio no whatsapp são maravilhosos de se ouvir! 

Sabe aquela pessoa que você pode passar horas batendo papo tomando uma gelada ou um cafezinho de tão bom que é ouví-la falar sobre a vida e coisas em comum? Mas na hora de gravar uma locução se tornam outra pessoa! Mas não outra pessoa autêntica, outra pessoa forçada, que claramente está tentando colocar um efeito na voz seja mudando seu tom natural ou cantando enquanto se expressa.

Um bom exercício pra encontrar a naturalidade em você é ouvir seus áudios quando você está conversando com seus amigos no whatsapp. Você vai conseguir entender melhor como reage naturalmente quando está empolgado, irritado, chateado, apaixonado etc.

Então, quando for gravar uma loc, conseguirá permear com mais ou menos intensidade dentro do limite daquilo que é familiar pra você dentro daquele sentimento. Consequentemente, você irá identificar verdade na peça que acabou de performar.

Não busque voz com efeito ou variações de melodia na sua locução. Sua locução não pode ser um som enfeitado, mas sim uma expressão verdadeira. Ouça. Perceba se você se expressa dessa forma no seu dia a dia. Se a resposta for afirmativa, você estará no caminho certo.